Quem é o seu verdadeiro Eu superior - Carlos Veiga JR.
794
post-template-default,single,single-post,postid-794,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,columns-4,qode-theme-ver-13.9,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
verdadeiro eu superior

Quem é o seu verdadeiro Eu superior

O seu verdadeiro Eu superior

Há algo sobre nós que desconhecemos. É nosso verdadeiro Eu superior, a essência de quem somos, sem forma, sem nome, sem identidade, conhecido como Eu Superior, Mente Superior, Espírito Santo e outros nomes que jamais seriam capazes de expressar adequadamente o que não pode ser expressado com palavras.

Palavras são do mundo físico, são símbolos para símbolos, são formas e representam formas, e portanto incapazes de traduzir o que não tem forma.

O verdadeiro EU superior é nosso “paralelo energético”, que pode ser o nosso maior aliado na Terra.

Um “EU” que está acontecendo em um reino diferente deste, sem limitações e com outra perspectiva em relação à forma e ao tempo, a perspectiva do não tempo e da não forma.

O que se passa ao nosso -eu físico- passa-se simultaneamente ao -EU não físico-

Por não habitar o mundo das formas e não estar identificado com o espaço-tempo, esta parte da mente pode reinterpretar nossos “erros”, e corrigir as distorções perceptivas que são a regra do mundo material.

Nosso -eu não físico- vive em um mundo acelerado (velocidades muito acima da luz) e por essa razão já sabe tudo que irá se passar, vive a nossa vida de uma forma veloz, com um olhar isento de julgamentos.

A vida que vivemos aqui, nosso “duplo energético” está obrigado a viver fora da forma, porque são as duas partes da mesma mente que decidiu experimentar-se em um mundo aparentemente sólido, através de uma sonda biológica que chamamos de corpo.

Para nosso EU não físico, o que está se passando aqui em frente dos nossos olhos, já se passou à semanas, meses, ao décadas. Nosso Eu Superior experimenta o tempo de forma holográfica, onde todos os tempos são um único tempo.

Podemos tirar vantagem disso? Sim!

Como usar o seu verdadeiro Eu Superior

Uma boa forma de nos conectar com nosso verdadeiro Eu superior e com o duplo energético é ter esta intenção antes de dormir, entregando a esta parte da mente as tarefas do dia para que ela possa encontrar as soluções e resolver nossos desafios. Podemos usar a água como ponto de ancoragem, fazendo as perguntas à mente superior antes de dormir. Ao acordar bebemos mais um pouco de água para despertar as respostas que buscamos.

Todavia, podemos estar em contato com nossa -mente superior- durante todo tempo que desejarmos, incluindo as longas horas que passamos em vigília “acordados” sob o controle do eu físico/ego/personagem.

A Mente Física foi desenhada para contemplar e experimentar com os 5 sentidos apenas o que está acontecendo, não para saber ou antecipar o que vai acontecer. As dores e sofrimentos são consequência da inversão destes papeis.

O ego é um excelente empregado, mas é um péssimo patrão.

O ego também é conhecido como a mente guerreira, que sempre está em busca do conflito, sente-se bem na praça de guerra, busca confronto, e interpreta suas próprias projeções como se fossem reais, hipnotizando-se com suas criações.

Eu físico e Eu não físico não existem um sem o outro. São frequências energéticas em vibrações distintas, coexistindo simultaneamente.

Para que  preocupar-se se há um -EU não físico- que sabe de tudo e pode me ajudar?

Basta que meu – eu físico –  pare de atrapalhar tentando adivinhar o que vai acontecer com seu fluxo incessante de estratégias de defesa, algo entre 60 e 70 mil pensamentos/dia.

Seguir o fluxo dos acontecimentos sem planejamento, exceto o pragmático e absolutamente necessário para as atividades diárias e laborais. Caso vá viajar, é bom comprar o bilhete com antecedência, e quem sabe reservar um hotel, porém o uso da memória deve restringir-se às coisas práticas, descartando seu uso para julgamentos, críticas, condenações, previsões e antecipações.

Faço o que tenho que fazer quando tenho que fazer.

Sei o que tenho que saber quando preciso saber.

Confio no meu EU superior e sigo tranquilo.

1Comment
  • Maura Miriam Martins
    Postado às 08:08h, 28 janeiro Responder

    Nossa e muito difícil de concientizar o pensamento apesar de sentir que sou energia fui criada a partir de uma energia fui constituída por viver aqui na matéria p evolução

Postar Comentário