Felicidade: a importância de ser grato | Dr. Carlos Veiga Jr.
392
post-template-default,single,single-post,postid-392,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,columns-4,qode-theme-ver-13.9,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
a importância da gratidão

Felicidade: a importância de ser grato

Felicidade: a importância de ser grato

Você sabe a importância de ser grato para a conquista da felicidade? A gratidão é, de fato, o sentimento que mais anda de mãos dadas com a felicidade. Todavia, ainda não temos treinamento suficiente para não cair na armadilha da reclamação. Somos estimulados, por nossa forma de pensar, a nos revoltar contra as arbitrariedades, injustiças e desigualdades que o mundo nos apresenta.

Nossas crenças são tão irracionais que ao invés de pensar em agradecimento, pensamos em vingança.

Ainda não evoluímos para um estado de consciência que veja leveza e perfeição em todos os aspectos da Criação, não importando se é o que nos agrada, ou não.

Vivemos em uma bolha de medo e carência que faz com que nossas vidas sejam sobrevivência em estado puro.

Não temos fé suficiente para ser gratos. No fundo, não confiamos na providência divina. Nos achamos despossuídos e órfãos.

A importância de ser grato

Tudo funcionaria perfeitamente se usássemos o agradecimento como bússola, o corpo agradeceria por não adoecer nem apresentar sinais de cansaço, a mente se aquietaria para desfrutar do momento presente sem angústias ou ansiedades.

Mas não é assim que somos. Estamos no modo sobrevivência e o medo é nossa estrela guia.

Será que vou sofrer?

O que será que vão pensar de mim?

E meus filhos, o que será deles?

Terei o suficiente para manter o padrão, ou vou sucumbir diante de todos? 

Para acessar este estado mental de agradecimento, a chave é despertar a consciência para um amadurecimento emocional onde assumimos a responsabilidade por 100% de tudo que nos rodeia, sabendo que somos os criadores inconscientes da nossa realidade.

Aceitar o que vem, deixar ir o que vai, sem juízo de valor, críticas, culpa ou vitimismo.

Agradecer significa aceitar que acima de tantas imperfeições terrestres, brilha intocada a perfeição divina, que somos os filhos sagrados da Fonte, e que estamos em um sonho, onde somos o sonhado e o sonhador.

Despertar é compreender sem sombra de dúvida que somos espírito/alma, seres sem forma, eternos e indestrutíveis, sem manchas ou erros, perfeitos como a Fonte perfeita que nos criou, e por fim, ter a certeza de que nunca deixamos de habitar a mente de Deus.

Sem Comentários

Postar Comentário