A experiência da fenda dupla - Carlos Veiga JR.
1335
post-template-default,single,single-post,postid-1335,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,columns-4,qode-theme-ver-13.9,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
experiencia da fenda dupla

A experiência da fenda dupla

A Física Quântica vem se estabelecendo como uma das mais importantes áreas da ciência devido às suas descobertas científicas. Uma das mais importante, ocorreu por volta de 1801, com a experiência da fenda dupla realizada pelo médico Thomas Young (1773-1829).

Seus resultados revelaram ao mundo algo que até hoje impacta na mente humana: que a matéria só existe se houver um observador consciente, caso contrário, tudo é apenas um campo de interferência de ondas.

A experiência da fenda dupla na Física Quântica

Esta experiência já foi reproduzida centenas de vezes com os mesmos resultados em inúmeras universidades do mundo, notadamente no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts).

A experiência demonstra que energia é informação e toda informação trafega no campo quântico em forma de ondas ou partículas (energia ou matéria).

Para que possamos experimentar um mundo tão sólido e material como é o nosso, é absolutamente imprescindível a precipitação desta função ondulatória, materializando a experiência na função partícula.

Na verdade, qualquer informação pode ser onda ou partícula, energia ou matéria, só depende se há ou não um observador consciente.

Quando se tenta utilizar a eletrodinâmica e a mecânica clássica para explicar os fenômenos atômicos, os resultados a que chegamos se encontram em franca contradição com a experiência prática.

Dito de outra forma, as Leis do mundo macro não se aplicam ao mundo micro, e todos nós, incluindo o mundo em que vivemos, é feito de átomos e sub partículas do átomo, ou seja o macro depende do micro e o micro depende do observador.

Neste momento alguns poderiam se perguntar: mas quem é este observador consciente que faz com que os elétrons decidam se comportar como matéria e não como energia, (como partículas e não como ondas)?

Obviamente não estamos falando dos olhos humanos, porque estes também são matéria, são compostos dos mesmos átomos e elétrons. Isto leva a conclusão de que o observador está fora do holograma.

É nosso Ser Superior, sem forma e atemporal que projeta uma parte de si mesmo neste universo holográfico para poder experimentar-se através dos opostos ou polaridades:

Yin/Yang; feminino/masculino; som/silêncio; inspiração/expiração; sístole/diástole, dia/noite, luz/escuridão; positivo/negativo; cátions/anions; etc.

O sonho e o sonhador

Somos o sonho (mente física/ego/forma/temporal/finito) e o sonhador (mente superior/energia/sem forma/atemporal infinito).

Isto é algo que não se pode negar mais neste mundo, sob pena de andar na contramão da ciência mais moderna do planeta, é negar evidências, como querer tapar o sol com uma peneira, e ainda que alguns sigam buscando controvérsia e as encontrando, o experimento de Thomas Young está aí inabalavelmente incomodando mentes cartesianas e newtonianas.

Nosso universo é uma projeção holográfica em 3D onde Seres sem forma criam oportunidades de auto conhecimento através de sondas biológicas, corpos humanos.

O que entendemos que somos, corpo e mente não passa de ilusão. Somos veículos físicos de Seres eternos.

Somos Consciência materializando um sonho

A experiência da Fenda Dupla deveria estar sendo ensinada no curso primário de todas as escolas do mundo, para que desde cedo as crianças aprendessem que são os criadores conscientes de sua própria realidade, desta maneira sairíamos da desconfortável situação de vítimas de um mundo cruel e violento para assumir a 100% da responsabilidade por tudo que nos rodeia.

Nós somos nós, e as circunstâncias que falam de nós. Isto representaria a devolução do poder às novas gerações, coisa que não interessa aos que controlam o mundo neste momento.

O que a experiência da Dupla Fenda nos revelou foi que os elétrons são partículas conscientes e tomam decisões conscientes, neste caso, decidem se são pura energia ou transformam-se em matéria.

Cabe a cada indivíduo despertar para a evolução da ciência e dar-se conta de que a espiritualidade não pode estar separada de nenhuma questão humana. Tudo está à disposição para aplicar em sua nossa vida diária, recuperando o poder criador que está em todos nós.

Aqui poderíamos parar para refletir mais um pouco: se elétrons infinitamente pequenos podem expressar consciência e tudo neste mundo é feito de elétrons, então absolutamente tudo tem consciência, toda matéria orgânica e inorgânica é e está consciente, porque nada escapa da Fonte de Tudo Que Há.

Tudo é a Consciência Criadora!

Sem Comentários

Postar Comentário

Se inscreva gratuitamente no meu treinamento
A NOVA MEDICINA